Itens compartilhados de Juliano

sábado, 29 de março de 2008

E aí, galerinha???

Tão gostando da nova periodicidade de postagens do nosso querido blog (ou será blogue?)? Eu fiquei bem feliz com os poucos, mas efetivos!, recadinhos de apoio que recebi em tão curto espaço de tempo! Muito obrigado, Flávia! (Suponho que seja a Flávia "Estadunidense" de Santox). Um abraço daqui do outro lado do Pacífico, tá? :)
Gostaria que o ímpeto que me assaltou a voltar a escrever meu bloguezinho querido (ou será bloguinho?) também me levasse a produzir mais nos meus estudos. Pois é. Eu gostaria tanto de fazer e estudar um monte de coisa, mas não sei que bicho me mordeu. Não sei se é algum desajuste social, se é cansaço mental por causa da língua (que não imaginava que ia me dar tanto trabalho), ou cansaço mental por causa da idade mesmo, uma vez que já passei dos 30 (!!!) e tento não pensar muito nisso. (Minhas cãs que o digam!) (E cã não é a mulher do cão não, tá?). Tô meio devagar... Tenho um sukche (sugje, swukcey, etc., dependendo do método usado pela romanização. (Cf. postagem anterior)), ou seja, uma lição de casa (ou dever de casa como dizem lá pelas Minas Gerais que eu conheço), a qual não é difícil de ser feita, mas que não sai do lugar. Empacou "que nem" uma mula véia... Não sai do lugar mesmo. E sempre quando eu decido que vou sentar pra fazer e terminar logo com isso, aparece/acontece alguma coisa/alguém que não me deixa "pogredir". Ô coisa de lôco, meu! Tenha a santa paciência!
Vocês devem estar se perguntando (se é que realmente têm algum interesse nessa baboseira sobre a qual discorro agora...): "Por que, então, senhor Juliano, não vai fazer isso agora ao invés de ficar escrevendo essas bobagens no blog (blogue?)?"
Respondo eu: "Até que eu gostaria, mas a cabeça está doendo (parece até desenho animado, sabe?, quando as cabeças dos personagens começam a latejar e vão inchando e murchando?). E pra escrever isto aqui é claro que eu não preciso pensar... É só ficar apertando umas teclinhas semi-aleatórias do teclado do computador... Oras!"
Amanhã, seria um ótimo dia pra eu mergulhar de cabeça na feitura de meu trabalho, mas aí acontece outra coisa: "festa de aniversário". Fui convidado, de forma alguma a contra-gosto, vou porque quero, mas sei que deveria ficar por aqui fazendo o que deveria fazer. Tento enganar-me e pensar que posso fazer o bendito do treco quando voltar pra casa depois, mas sei que não vou estar em condições físicas ou mentais pra poder boter o treco pra andar. Aí vem segunda, vem terça... E será que eu terei terminado até lá? Creio que não... Apesar de meus esforços contra esse futuro sombrio. Eu vou me esforçar, mas meu lado "realista", que me conhece como ninguém, vem aos meus ouvidos e sussurra: "será?"
Pois bem, amigo leitor... (Agora já posso escrever essas baboseiras semi-machadianas pois sei que há um punhadinho (uns dois ou três) de seres, que não devem ter muito o que fazer, os quais se aventuram (voluntariamente!!!) a tentar achar algo neste blog (blogue?) que se vos apresenta agora; e revivificado! Óia!

Se vocês têm alguma receita pra curar leseira acadêmico-criativa, por favor mande pra mim. Ficarei extremamente grato.

Um abraço.

PS: Esta postagem poderia se chamar "Parênteses". Alguém se aventura quantos que eu botei? Eu é que não faço isso agora, já fiz muito em escrever...

PPS: Depois de publicar eu li e vi que ficou uma postagem meio enigmática, meio confusa, hermética quase... Gostaria de poder corrigi-la, mas agora não dá. Tô cansado (dia longo) e com dor de cabeça... Deveria ir direto pra cama...

3 comentários:

Flavia disse...

Oi Juliano,

Olha, se voce receber a "receita pra curar leseira acadêmico-criativa" de alguem, por favor, me mande uma copia, pois estou sofrendo dos mesmos sintomas!

Flavia "Estadunidense" de Santox

Gustavo Teles disse...

E aí, Juliano!
É, cara, sorte a minha que tenho você pra externar algo que nem todos externizam! =D

Aliás, por algum tempo pensei que isso fosse "algo para os fracos", já que ninguém fala sobre esse tipo de coisa com receio de alguma coisa (sabe-se lá o que... "burrice"?).

Vamos ver se eu chego a fazer um diário que nem o seu (não sei se lembra, mas estou esperando o KGSP2008! hehe... vamos ver se dá certo!).

Continue postando, claro..
mas caso não dê pra ser com essa frequência que me deixa espantado, pode ser mais espassado. Não será MUITO problema para seus leitores.
Além do mais, tenho de assimilar um pouco ainda o texto sobre a língua coreana! =P

Abraços!

Gustavo Teles disse...

Ah!
E sobre a receita... desculpa, mas não tenho não...

talvez uma só: fique de molho por 12 horas! (um dia para uma pessoa normal)

Tipo... veja televisão (acho que isso você consegue, mesmo que seja com aquele programa estilo zorra total de uns caras idiotas que ficam rindo não sei do quê, fazendo palhaçadas! hehe), filme (se puder ver um bom [estilão pipoca, mas bom], veja "Meu nome não é Jhonny", que é brasileiro) ou sair por esses shoppings felomenais...! =D

Abraços

Pesquisar em blogues de brasileiros na Coreia

Resultado da pesquisa