Itens compartilhados de Juliano

sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

Rapadura é doce, mas não é mole não...

Não tenho (muito) o que reclamar da vida por aqui. Ganho minha bolsa pra estudar. Isso é o melhor de tudo. Ser pago pra fazer algo de que se gosta não deixe ninguém triste.
O dinheiro que recebo aqui não é muito, mas dá pra passar os dias comendo bem, viajando, divertindo-se e até guardando um pouquinho. Eu chamaria isso de um salário mínimo. Um dinheiro que supre as necessidades básicas do ser humano e ainda sobra um pouquinho para o caso de uma emergência ou necessidade imprevista.
Estudar, no entanto, cansa. Tenho quatro horas de aula por dia, cinco dias por semana (e agora apareceram mais duas horas de uma matéria optativa). Isso em sala de aula. As professoras, entretanto, pedem que se estude em casa, no mínimo, mais quatro ou cinco horas por dia. Não tem quem agüente isso! Eu, pra falar a verdade, estudo uma ou duas horas a mais, no máximo. Não tenho paciência e cabeça para mais que isso. O bom é que também se aprende divertindo. Se ligo a TV, escuto uma música, saio pra comer, tenho que fazer uso da língua: entender o que dizem e falar com as pessoas. Isso é muito bom. Acho que isso ensina mais do que ficar com a cabeça enfiada nos livros o dia inteiro. É claro que estudar é importante, mas praticar o que está amontoado na cabeça também o é.

Acho que acabei me desabafando um pouco neste post...

De qualquer forma, não estou reclamando. Estou apenas constatando um fato.
Bem, agora estou no quarto nível de língua coreana: "intermediário dois". Quando cheguei, já entrei no "básico dois" e passei por esse e pelo "intermediário um" com média A (sem louvor). Claro que fiquei feliz com o resultado, mas ainda não estou contente com minha expressão oral. Parece uma coisa de lua. Tem dia que acordo falando pelos cotovelos, tem dia que não sai nem a coisa mais básica. Depende também de com quem esteja falando. Às vezes sai com uma facilidade incrível e batemos o maior papo. Às vezes, fico penando para achar aquela palavrinha mais idiota e meu interlocutor fica achando que eu sou um pobrezinho estrangeiro que só sabe falar inglês... E aí, eles ficam tentando falar inglês e eu, tentando falar coreano, até que ninguém se entende mais. :) hehe

Um comentário:

Syed disse...

JB

I can't understand anything. Please make me undestand.

JB

Pesquisar em blogues de brasileiros na Coreia

Resultado da pesquisa